Feira de Sonhos

Um sonho em forma de arte.

Sobre

O Projeto Feira de Sonhos, uma iniciativa da Corregedoria-Geral da Justiça do Estado do Rio Grande do Sul, compreende a publicação de um livro com textos e ilustrações, além de uma exposição de fotografias, todos de autoria de crianças e adolescentes em situação de acolhimento no Município de Porto Alegre.

As obras, que serão selecionadas por uma comissão avaliadora, serão publicadas no livro "Feira de Sonhos". As fotografias farão parte de uma exposição fotográfica no espaço do Memorial do Tribunal de Justiça junto à Feira do Livro de Porto Alegre.

O evento de lançamento do livro, com a exposição das fotografias e uma sessão de autógrafos, será realizado na 65ª Feira do Livro de Porto Alegre, na Praça da Alfândega, em novembro de 2019.

Participe!

Informações:

Por que participar?

O Projeto Feira de Sonhos visa a oportunizar às crianças e adolescentes em situação de acolhimento uma experiência social e cultural enriquecedora, que possa ser marcante em suas vidas, de forma a incentivá-los à pratica da leitura, literatura e da produção artística.

Esperamos, com este estímulo, proporcionar aos participantes uma experiência de realização pessoal, de modo a fortalecer a sua autoestima, bem como disponibilizar-lhes um espaço de socialização para além da convivência na entidade de acolhimento, em um local público histórico da cidade.

Com a publicação do livro “Feira de Sonhos”, buscaremos conscientizar leitores e público em geral sobre a importância da adoção.

Como participar

O Projeto "Feira de Sonhos" compreende a publicação de um livro com textos e desenhos, bem como a exposição de fotografias, todos de autoria de crianças e adolescentes em situação de acolhimento no Município de Porto Alegre.

Tanto a redação, que compreenderá uma dissertação de até 30 linhas, quanto as ilustrações, deverão tratar de motivações e expectativas dos autores, os quais deverão expressar o seu sentimento, os seus anseios, receios, em especial as suas aspirações (sonhos) para o futuro, com o seguinte tema:

A vida é como um livro com muitas páginas em branco. Há páginas, contudo, que não são escritas por nós, como algumas que contam a história da nossa infância. Nessa fase da vida, em geral, não fazemos escolhas, sofremos os efeitos de decisões alheias. Resta-nos enfrentar uma realidade praticamente imposta.
Essas páginas são importantes? Sim, mas há outras que são mais: as páginas em branco, que representam a história que queremos escrever sobre nós mesmos, o nosso futuro, as nossas escolhas, que serão fruto dos nossos sonhos. E essa história pode ser muito diferente daquela que já está escrita.
Escreva ou desenhe sobre os seus sonhos, suas expectativas, seus receios, seus sentimentos diante do futuro.
As páginas estão em branco. A caneta está em suas mãos; então, "à obra!"

As ilustrações poderão retratar, em forma de quadrinhos, ou não, uma pequena história com legendas.
As fotografias, que deverão estar tituladas, poderão retratar qualquer imagem que expresse a sensibilidade do autor diante de uma cena, seja um lugar, seja um objeto, seja um momento especial ou até mesmo pessoas especiais.

Quem pode participar

Podem participar do projeto crianças e adolescentes em situação de acolhimento no Município de Porto Alegre.

Cada candidato poderá participar apenas de uma das seguintes categorias:

  • Redações: 14 aos 17 anos
  • Desenhos: 8 aos 14 anos
  • Fotografias: 12 aos 17 anos

Os participantes, a partir do envio da inscrição e do material, cederão, a título gratuito, exclusivo e definitivo, ao Poder Judiciário, os respectivos direitos autorais para usar, reproduzir e difundir publicamente sua obra e seu nome.

Avaliação dos Projetos

Como enviar o material

As instituições de acolhimento receberão o material do projeto pelo Correio: material para divulgação, fichas de inscrição, folhas de redação e de ilustração.

A ficha de inscrição, e as folhas de redação e de desenho também podem ser acessadas e impressas abaixo:

Ficha de inscrição - Clique aqui

Folha de redação - Clique aqui

Folha de desenho - Clique aqui

As fichas de inscrição deverão ser entregues juntamente com a obra enviada.

Os textos, juntamente com a ficha de inscrição, podem ser enviados para o e-mail assessoriacgj@tjrs.jus.br, em forma digital ou digitalizada (scanner), ou remetidos via Correio para a Corregedoria-Geral da Justiça.

As ilustrações devem ser enviadas somente na folha, por Correio, para a CGJ, situada no Palácio da Justiça, na Praça Marechal Deodoro, nº 55, 4º andar, sala 426, Centro Histórico, Porto Alegre - RS - CEP 90010-906.

Nas fotografias que forem produzidas por câmeras de smartphones, deve ser utilizada a configuração máxima disponível no aparelho (pixel). As fotos devem ser enviadas para o e-mail assessoriacgj@tjrs.jus.br.

 

Critérios de avaliação

Redação:

  1. pertinência temática e adequação à proposta apresentada;
  2. originalidade e criatividade;
  3. coesão, clareza e concisão.

Ilustração:

  1. pertinência temática e adequação à proposta apresentada;
  2. originalidade e criatividade.

Fotografia:

  1. composição da imagem;
  2. momento da foto;
  3. título da foto;
  4. criatividade e originalidade.

 

Comissão Avaliadora

- Desembargadora Denise Oliveira Cezar, Corregedora-Geral da Justiça

- Dra. Nara Cristina Neumann Cano Saraiva, Juíza-Corregedora da Infância e Juventude

 

- ESCRITORA:

Patrícia Langlois
Natural de Porto Alegre, Patrícia Langlois é artista plástica com formação pelo Instituto de Artes da UFRGS, com 16 livros publicados para o público infanto-juvenil, como ilustradora e escritora. Desde 2018, Patrícia compõe a Academia Feminina de Letras do Rio Grande do Sul.
Iniciou sua carreira literária em 2009, como ilustradora, e em seguida descobriu novas possibilidades na escrita, criando histórias para a infância com imagens e palavras.
Com sua arte ilustrou textos de Paulo Bocca, Leila Pereira, Léia Cassol, Claudia de Villar, Dirce Camargo Longo, Álvaro Braga, Marion Cruz, Viviane De Gil, Elis Simon, Rodrigo Barcelos, Dilan Camargo, entre outros.
Como escritora, destacam-se os livros “Tudo que Couber no Coração” (Editora Cuore), finalista do Prêmio AGES Livro do Ano 2014, “Toc! Toc! -Quem é?” (Editora Cuore) e “O Misterioso Caso do Parque da Redenção”, Coleção Livros Único Kombina. Seu trabalho mais recente foram as ilustrações do livro “A Cidade dos Ventos” de Dilan Camargo, lançado em abril de 2018, pela Editora Vivilendo.
Foi Patrona de Feiras de Livros das escolas EEEF Leopoldo Tietböhl , EEEF Daltro Filho e Colégio Marista Assunção e Ilustradora homenageada na Feira do Livro da Escola Rainha do Brasil.
Além de escritora e ilustradora, é servidora pública, exercendo a função de diretora do Instituto Estadual do Livro (IEL), onde cria e desenvolve projetos para a promoção e valorização da literatura sul-riograndense.
O “Desafio Literário”, certame de escrita literária, “Tudo a Ler”, programa de Mediação de litura voltado a professores e bibliotecários e o “Prêmio Minuano de Literatura”, em parceria com o Instituto de Letras da UFRGS, são algumas das atividades da instituição.
Pela 1ª Coordenadoria Regional da Educação (SEDUC), onde trabalhou até 2015, criou o Projeto Tecendo Histórias Traçando Ideias, vencedor do Prêmio Parceiros da Escrita/AGES na Categoria Ação Cultural em 2014.

 

- ILUSTRADOR:

Carlos Augusto Pessoa de Brum (Cadu dos Livros)
Cadu é escritor, ilustrador e graduado em Filosofia.
Nasceu em Porto Alegre, em 14 de fevereiro de 1987.
Lançou seu primeiro livro de contos, “Tentações, Dardos & Fardos” em 2004, com apresentação do escritor Luiz Antônio de Assis Brasil.
Em 2005, lançou seu segundo livro de contos, “Recortes humanos, silhuetas.”, com apresentação da escritora Letícia Wierzchowski. Ainda em 2005, em parceria com seu pai, lançou o livro de educação financeira para crianças “O lucro de Gusmol”, seu primeiro trabalho com ilustração e com o público jovem.
Em 2006, iniciou sua carreira na literatura infantil, escrevendo e ilustrando “Cadu e os antigos segredos do colégio”. Foi a estreia do personagem Cadu, criado para contar histórias que aconteceram com o autor quando jovem.
Desde lá, o personagem já protagonizou 22 títulos.
Atualmente, o escritor e ilustrador Cadu tem 32 anos e conta com 55 livros publicados. Suas obras foram apresentadas pelos escritores Alexandre Brito, Dilan Camargo, Letícia Wierzchowski, Luiz Antônio de Assis Brasil, Lya Luft e Moacyr Scliar.
Seu livro “Esquisita é a tua vó” foi adaptado para o teatro pela Escola Teatro Novo, com direção de Karen
Radde.
Foi palestrante do TEDxUnisinos de 2018, onde falou sobre o uso da literatura na educação para acolher, encantar e motivar jovens.
Cadu já foi Patrono de Feiras do Livro de muitas escolas do Estado, entre elas Colégios La Salle Esmeralda, Maria Imaculada Medianeira, Marista Assunção, Marista Champagnat, Marista São Pedro, Metodista Americano e Rainha do Brasil, entre outras.
Em 2019, foi um dos autores mais escolhidos pela rede municipal de Porto Alegre no programa “Adote um escritor”, sendo chamado por 6 das 99 escolas que participam do projeto.
Foi blogueiro do Kzuka na RBS e colunista da revista AC Digital.
Cursa desde 2016 aulas no site Schoolism, ministradas por artistas com experiência em empresas como Disney, Pixar, Dreamworks, Sony e Blizzard.
Cadu realiza palestras, contações de história, oficinas de desenho, criatividade, texto e criação de história em colégios e eventos.
Cadu, além de formar leitores, contribui na formação de jovens criativos e dedicados, que usam a arte e o conhecimento como instrumentos de transformação uma educação questionadora, pessoal, independente, inquietante e criativa.
Obras publicadas:
1. 2004. Tentações, dardos & fardos
2. 2005. O lucro de Gusmol
3. 2005. Recortes humanos, silhuetas.
4. 2006. Cadu e os antigos segredos do Colégio
5. 2007. Cadu nas areias do deserto
6. 2007. Um céu tão estrelado quanto esse
7. 2008. Cadu and the animals
8. 2008. Cadu na terra do sol nascente
9. 2008. Bela, a menina que queria ser princesa (ilustrador)
10. 2009. Cadu e os dinossauros
11. 2009. Histórias do fim da linha do Partenon
12. 2009. Para a corda bamba não existe ponto final
13. 2009. O jantar de Vagarim
14. 2009. O aqueduto de Gusmol
15. 2009. Raio de cão
16. 2009. Gato no telhado
17. 2009. O Castelo do Otelo
18. 2009. O menino que encolheu
19. 2009. Coelho tontão
20. 2009. Pinguim na praia
21. 2009. Roedora paixão
22. 2009. Urso em duas rodas
23. 2010. O grande dicionário das palavras erradas - vol. 1
24. 2010. Cadu procura em Porto Alegre
25. 2011. Cadu procura no Rio Grande do Sul
26. 2011. Livro da escola "Pequeno Gênio"
27. 2012. Cadu and the mixed animals
28. 2012. Cadu e a princesa pirata
29. 2012. Cadu e o chapéu muito legal
30. 2013. O garoto ensolarado por si mesmo
31. 2013. Cadu aprende a ler
32. 2014. Esquisita é a tua vó
33. 2014. Matiz colore o mundo
34. 2014. Colégio Sinodal da Paz: 45 anos (ilustrador)
35. 2015. Cadu descobre o Brasil
36. 2015. Cadu está com a macaca
37. 2015. Procura-se uma escola (ilustrador)
38. 2015. Em busca das memórias do Colégio Farroupilha
(ilustrador)
39. 2016. Alfabeto do Cadu
40. 2016. Desenhando com Cadu
41. 2016. Mitozoológico: o zoológico mitológico
42. 2016. Driscila e Pragão
43. 2016. A cidade tecnológica de Maria (ilustrador)
44. 2017. Cadu e as sílabas
45. 2017. O grande dicionário das palavras erradas
46. 2017. Cadu apresenta fábulas fantásticas
47. 2018. Cadu através do espelho
48. 2018. Memórias compartilhadas: uma viagem pelas origens de
ABE 1858 (ilustrador)
49. 2018. O despertar do Mitozoológico
50. 2018. Cadu apresenta rimas imaginárias
51. 2018. Código de convivência ilustrado do Colégio Farroupilha
52. 2019. Cadu and the amazing animals
53. 2019. Cadu na festa do caderno
54. 2019. A nova escola de Larinha (ilustrador)
55. 2019. Cadu e os mistérios do colégio

 

- FOTÓGRAFO:

Fredy Vieira
Fredy Vieira é fotojornalista. Nasceu em Porto Alegre, no ano de 1976. Cursou jornalismo na Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) e formou-se no Curso Avançado de Fotografia Digital da ESPM.
Foi repórter-fotográfico dos Jornais do Comércio e O SUL, é colaborador em agências internacionais e nacionais de fotografia. Em parceria com Ana Paula Aprato, criou 1ª Feira da Fotografia Artística de Porto Alegre.
Prêmios:
Prêmio Press de Repórter fotográfico do ano 2016
Prêmio Press de Repórter fotográfico do ano 2018

Exposições:
Leilão de Arte Contemporânea em solidariedade a São Lourenço do Sul. Palacinho - Abril 2011
Leilão de fotografia contemporânea em prol do acervo do MACRS. Galeria Mascate - Junho 2011
Perecíveis (primeira exposição individual do artista). 72 NY Gallery - julho 2011
1ª Feira da Fotografia Artística de Porto Alegre - novembro 2011.
Semana de Arte Stemmer Rodrigues - Maio 2012
Coleção 2012 da Galeria DaVera Arte e Cultura - Maio 2012
Águas em Movimento. MACRS - Setembro 2012
Clube de Colecionadores do MACRS - 2013
20x20 da Associação Chico Lisboa. Bolsa de Arte. Edições 2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016, 2017, 2018
Exposição individual de fotografia Infravermelha - Redenção - A luz invisível. Café do Porto - Outubro 2014
Exposição individual “Via Láctea, as estrelas que não vemos”. Galeria Aberto Caminho de Artes. Outubro 2017
Exposição coletiva "IN-finito". Memorial do Rio Grande do Sul. Julho 2018
Exposição coletiva 'Street Expo Photo'. Porto Alegre 2018
Exposição "Viva o povo Brasileiro". Espaço Cultural Brix. Junho 2019

 

Cronograma

Lançamento do Projeto Feira de Sonhos - 25 de julho de 2019

Entrega do Material (textos, ilustrações e fotografias) - de 25 de julho até 23 de agosto de 2019

Período de Avaliação - de 26 de agosto até 15 de setembro de 2019

Lançamento do livro e exposição das fotos com sessão de autógrafos - data a ser definida durante a Feira do Livro 2019, que acontece de 1º a 17 de novembro.

* Datas sujeitas a alterações.

Regulamento