Estrutura


Conselho de Comunicação Social

O Conselho de Comunicação Social foi instituído pelo Ato 13/2010-P. É presidido pelo Desembargador Túlio de Oliveira Martins e integrado pelo Desembargador Rinez da Trindade e os Juízes Eliziana da Silveira Perez, Cristiane Hoppe, Geneci Ribeiro de Campos e Rogério Delatorre, bem como os servidores Adriana Freitas Arend, Rafaela Leandro de Souza e Airton Santos Vargas Júnior, de acordo com a Portaria nº 037/2012-P.

Incumbe ao Conselho fixar as linhas gerais das políticas de comunicação da Justiça Estadual com a sociedade e os meios de comunicação; de definir os parâmetros de atuação prioritários das Unidades de Imprensa e de Relações Públicas; e de supervisionar os conteúdos a serem divulgados através da Internet, Intranet, informativos e outros materiais desenvolvidos pela Unidade de Imprensa.

I - Unidade de Imprensa:

Ao Gabinete de Imprensa do Tribunal de Justiça cabe principalmente apoiar a Presidência do Tribunal de Justiça em assuntos relativos aos meios de comunicação social, além de, quando solicitado e for o caso, facilitar o acesso dos profissionais de imprensa, rádio e televisão às dependências do Poder Judiciário.

O Gabinete de Imprensa do TJ prepara entrevistas e contatos da Presidência e da Corregedoria-Geral da Justiça com jornalistas em viagens ao Interior e deslocamentos na Capital do Estado; faz recolhimento e distribuição interna de notícias sobre o Judiciário publicadas nos jornais; mantém arquivo fotográfico; e é o responsável pela produção do conteúdo veiculado na página do Tribunal na Internet/Intranet. Também co-participa da produção de eventos de interesse do Tribunal.

Exerce a função de Assessora-Coordenadora de Imprensa a jornalista Adriana Arend.

Entre as funções específicas, estão:

a) redigir e distribuir noticiário para veículos de comunicação social;
b) apoio, quando solicitado, para que profissionais de imprensa, rádio e televisão tenham maiores facilidades no exercício de suas funções em dependências do Poder Judiciário;
c) a preparação e edição de órgão de divulgação de assuntos internos, periódico ou eventual, conforme o interesse da Administração;
d) o auxílio, no que couber, para o normal relacionamento das autoridades judiciárias com os órgãos de Comunicação Social e seus profissionais;
e) a gravação de entrevistas concedidas em rádio ou televisão pela Presidência e Vice-Presidências do Tribunal de Justiça, bem como aquelas de interesse para a Administração Judiciária;
f) a cobertura dos eventos de interesse do Poder Judiciário, na capital e no interior do Estado;
g) a realização de leitura diária de jornais locais e de outros Estados, visando à "taxação" e ao encaminhamento à Presidência;
h) a organização e a manutenção atualizada dos arquivos de fotos, gravações de programas e notícias produzidas pela unidade;
i) a participação na elaboração do relatório anual do Tribunal de Justiça;
j) coordenar e produzir o site do Tribunal de Justiça, dando-lhe uma linguagem compatível e cuidando da atualização das informações colocadas em rede.

II - Unidade de Relações Públicas:

A Unidade assessora a Presidência do Tribunal de Justiça na área de Relações Públicas e Cerimonial e apoia a Administração no desenvolvimento de projetos e respectiva aplicação, abrangendo os públicos interno e externo.

Tem como principais atribuições:

  1. Preceder e acompanhar o Presidente e a Administração em eventos;
  2. Fazer o “formato”,  ou seja,  o detalhamento do evento;
  3. Organizar, coordenar e acompanhar as Solenidades e Atos oficiais realizados em todo o Estado promovidos pelo Poder Judiciário com a presença da Presidência;
  4. Acompanhar as autoridades em visitas protocolares ao Tribunal;
  5. Providenciar a representação do Tribunal de Justiça nos eventos em que o Presidente estiver impedido de comparecer;
  6. Marcar a  agenda institucional do Presidente;
  7. Receber e encaminhar a correspondência do Presidente;
  8. Organizar as viagens do Presidente ou  de seu representante;
  9. Manter atualizado cadastro de autoridades do Poder Judiciário e demais Poderes Públicos e fazer  a atualização diária do mailing  interno e externo;
  10. Planejar campanhas institucionais e eventos para magistrados e servidores;
  11. Controlar os murais de divulgação de eventos relacionados à área do Direito  e de comunicação  interna para os servidores;
  12. Recepcionar turmas de universitários em visitas previamente agendadas com o objetivo de conhecerem as dependências e o funcionamento do Tribunal;
  13. Coordenar as mostras de arte no espaço cultural do Tribunal de Justiça.