História Oral


O Programa de História Oral do Memorial do Judiciário pretende buscar registros primários de pessoas que participaram da história da Justiça e do pensamento judicial no Rio Grande do Sul de forma a recuperar fatos e informações para construção do conhecimento histórico.  Os próprios personagens deixam seu depoimento em voz para a posteridade.

Para isso, o Núcleo responsável por essas atividades no Memorial realiza entrevistas utilizando metodologia balizada na bilbliografia do CPDOC da Fundação Getúlio Vargas.

Atualmente, existem 203 no banco de entrevistas, algumas delas, por opção do entrevistado, fechadas ao público, conforme contrato/acordo entre as partes.   

A maior parte dos entrevistados é constituída por magistrados estaduais ou federais, também incluindo servidores da Justiça, cônjuges e advogados.

Para viabilizar a consulta às entrevistas, o Memorial do Judiciário publicou cinco volumes das “Histórias de Vida”  e dois “Cadernos de Memória”.


Histórias de Vida

Publicação seriada que reúne depoimentos orais de magistrados, coletados e sistematizados pelo Núcleo de História Oral do Memorial do Judiciário, que objetiva contar sobre suas vivências dentro do Sistema Judiciário.

Veja o que traz cada volume:

• Histórias de Vida v.1
• Histórias de Vida v.2
• Histórias de Vida v.3
• Histórias de Vida v.4
• Histórias de Vida v.5

hv1hv2hv3hv4hv5

 

Cadernos de Memória

Série de entrevistas realizadas com o Desembargador Cristovam Daiello Moreira e o Ministro Athos Gusmão Carneiro sobre a formação e evolução do Judiciário no Rio Grande do Sul.

 hv6hv7

 
Disponibilidade das publicações

Há exemplares das publicações Histórias de Vida Volumes I e II para distribuição aos interessados.  E também as duas edições do Cadernos de Memória. Para receber as publicações disponíveis, o interessado deve se dirigir pessoalmente ao Memorial do Judiciário. Veja o endereço aqui.

 


MEMORIAL
Para acompanhar as atividades do Memorial:
• www.facebook.com/memorialtjrs ou
www.facebook.com/memorialrgs
• https://twitter.com/memorial_tjrs