Situação Atual


O Júri de Luciano Bonilha Leão está marcado para o dia 16/03/20, às 10h, no Centro de Eventos da Universidade Federal de Santa Maria. Ele é o único dos quatro réus que não pediu o desaforamento (transferência de local do julgamento).

Elissandro Callegaro Spohr, Mauro Londero Hoffmann e Marcelo de Jesus dos Santos serão julgados na Comarca de Porto Alegre, em julgamento único a ser realizado por uma das Varas do Tribunal do Júri da Capital, sem data prevista.
Há ainda Recursos interpostos pelo Ministério Público contestando os desaforamentos. Autor da ação, o MP quer que os quatro sejam julgados em júri único, na Comarca de Santa Maria.

O efeito suspensivo das decisões que atenderam aos pleitos dos réus, autorizando que sejam julgados em Porto Alegre, foi negado, duas vezes, pela 2ª Vice-Presidência do Tribunal, em 28/1/20 e em 28/2/20. Foi aberto prazo às partes para contrarrazões e, posteriormente, os recursos retornarão à 2ª Vice-Presidência para análise da admissibilidade à Corte Superior.