Seminário sobre primeira infância começa nesta quinta (19/8) na região Sul

Impacto da Covid-19 na primeira infância, planejamento familiar, reconhecimento de paternidade, neurociência do desenvolvimento, educação infantil, apoio à parentalidade, modalidades de acolhimento e crianças com pais privados de liberdade. Esses são alguns dos temas que serão tratados na programação do Seminário do Pacto Nacional pela Primeira Infância – Região Sul, que será realizado nesta quinta (19) e sexta-feira (20/8).

O evento é voltado a integrantes do Judiciário, do Ministério Público, da Defensoria Pública, advogados e advogadas, equipes psicossociais e jurídicas, parlamentares, instituições do Sistema de Garantia de Direitos (Assistência Social, Saúde, Educação e Conselhos Tutelares, entre outros), entidades da sociedade civil e pessoas interessadas no tema. O objetivo é promover o diálogo sobre a importância da atuação integrada para a implementação do Marco Legal da Primeira Infância.

Saiba mais e veja como se inscrever e participar

A programação inicia na quinta-feira (19/8), às 9h, com conferência magna integrada que vai tratar sobre “Ciência, Lei e Políticas Públicas para Primeira infância”, abordando o Cuidado integral às crianças no contexto da Covid-19; Porque o Marco Legal da Primeira Infância (Lei 13.257/2016) é tão estratégico; e Governança colaborativa na implementação das políticas, planos, programas e serviços para a primeira infância.

Em seguida, começam os workshops simultâneos, nos quais profissionais do sistema de justiça e do sistema de garantia de direitos. Dez assuntos serão tratados em palestras e haverá ainda a apresentação de estudos de caso e cases de sucesso.

Conheça mais detalhes dos workshops

Agência CNJ de Notícias