Site oficial do TJRS

Ir para o conteúdo
Carregando...
A consulta de processos de execução criminal deve ser feita via Portal PEC.
Para acessar o Portal PEC clique aqui.
A consulta de processos de execução criminal deve ser feita via Portal PEC.
Para acessar o Portal PEC clique aqui.
Aguarde...

A partir do disposto na Resolução CNJ nº 333, de 21 de setembro de 2020, o TJRS disponibiliza página para divulgação de suas estatísticas, incluindo dados abertos, Painéis de Business Intelligence, Relatórios Estatísticos e outros dados referentes à atividade-fim do Poder Judiciário.

 

Justiça em Números: Principal fonte das estatísticas oficiais do Poder Judiciário, anualmente, desde 2004, o Relatório Justiça em Números divulga a realidade dos tribunais brasileiros, com muitos detalhamentos da estrutura e litigiosidade, além dos indicadores e das análises essenciais para subsidiar a Gestão Judiciária brasileira.

Página oficial: https://www.cnj.jus.br/pesquisas-judiciarias/justica-em-numeros/

Base de dados: https://www.cnj.jus.br/pesquisas-judiciarias/justica-em-numeros/base-de-dados/

 

Módulo de Produtividade Mensal: Tem o objetivo de permitir maior integração das informações com os conceitos e dados já trabalhados no Justiça em Números, além de simplificar a coleta e ampliar a qualidade dos dados recebidos dos tribunais pelo CNJ.

Página oficial: https://www.cnj.jus.br/pesquisas-judiciarias/modulo-de-produtividade-mensal/

Painel: https://paineis.cnj.jus.br/QvAJAXZfc/opendoc.htm?document=qvw_l%2FPainelCNJ.qvw&host=QVS%40neodimio03&anonymous=true&sheet=shPDPrincipal

 

DATAJUD: Instituída pela Resolução CNJ n. 331/2020 como fonte primária de dados do Sistema de Estatística do Poder Judiciário – SIESPJ, a Base Nacional de Dados do Poder Judiciário – DataJud é responsável pelo armazenamento centralizado dos dados e metadados processuais relativos a todos os processos físicos ou eletrônicos, públicos ou sigilosos dos os tribunais indicados nos incisos II a VII do art. 92 da Constituição Federal.

Página oficial: https://www.cnj.jus.br/sistemas/datajud/

Painéis: https://www.cnj.jus.br/sistemas/datajud/painel-de-qualificacao-de-dados/

 

Prêmio CNJ de Qualidade: O Prêmio CNJ de Qualidade foi criado em 2019, em substituição ao antigo Selo Justiça em Números, implementado desde 2013. Os critérios foram aperfeiçoados e vários itens foram incluídos, especialmente os relacionados à produtividade e melhoria da qualidade de prestação jurisdicional. Um dos aspectos ressaltados na avaliação foi a produtividade e o tempo que os tribunais levam para julgar os processos relativos aos casos de violência doméstica e familiar contra a mulher e feminicídio.

Página oficial: https://www.cnj.jus.br/pesquisas-judiciarias/premio-cnj-de-qualidade/

Resultados: https://www.cnj.jus.br/pesquisas-judiciarias/premio-cnj-de-qualidade/resultados-premiocnj/

 

Metas Nacionais do Poder Judiciário: As Metas Nacionais do Poder Judiciário representam o compromisso dos tribunais brasileiros com o aperfeiçoamento da prestação jurisdicional, buscando proporcionar à sociedade serviço mais célere, com maior eficiência e qualidade. Tradicionalmente as Metas Nacionais são votadas e aprovadas anualmente pelos presidentes dos tribunais no Encontro Nacional do Poder Judiciário – ENPJ, evento organizado pelo CNJ que ocorre anualmente e que reúne a alta administração dos tribunais brasileiros.

Página oficial: https://www.cnj.jus.br/gestao-e-planejamento/metas/sobre-as-metas/

Painel Nacional das Metas: https://paineis.cnj.jus.br/QvAJAXZfc/opendoc.htm?document=qvw_l%2FPainelCNJ.qvw&host=QVS%40neodimio03&anonymous=true&sheet=shMNRespostas

 

Pesquisas Judiciárias: Apresenta diversas pesquisas relacionadas ao Poder Judiciário a partir de produção interna, parcerias institucionais e colaborações externas.

Página oficial: https://www.cnj.jus.br/pesquisas-judiciarias/

 

Censo do Poder Judiciário: O Censo do Poder Judiciário é a primeira pesquisa destinada a traçar o perfil de magistrados e servidores de todos os tribunais e conselhos que compõem o Judiciário Brasileiro. A pesquisa supre uma lacuna histórica por dados detalhados acerca das características pessoais e profissionais de magistrados e servidores, além de apresentar-se como uma oportunidade inédita de correlacionar tais informações às opiniões e avaliações das políticas e demais aspectos das carreiras e do modus operandi dos diversos tribunais brasileiros.

Página oficial: https://www.cnj.jus.br/pesquisas-judiciarias/censo-do-poder-judiciario/

Vetores iniciais e dados estatísticos: https://www.cnj.jus.br/wp-content/uploads/2011/02/CensoJudiciario.final.pdf

 

Poder Judiciário e a pandemia de COVID-19: Página contendo as principais notícias, dados e pesquisas envolvendo o Poder Judiciário durante o período da pandemia de coronavírus.

Página oficial: https://www.cnj.jus.br/coronavirus/

Painel Produtividade Semanal: https://paineisanalytics.cnj.jus.br/single/?appid=ba21c495-77c8-48d4-85ec-ccd2f707b18c&sheet=b45a3a06-9fe1-48dc-97ca-52e929f89e69&lang=pt-BR&opt=currsel&select=clearall

 

Painéis CNJ: Página que divulga os principais painéis do Conselho Nacional de Justiça, que abordam temas diversos como produtividade, violência doméstica e temas processuais:

Painéis: https://www.cnj.jus.br/pesquisas-judiciarias/paineis-cnj/

 

Agenda 2030: O Portal tem por objetivo reunir dados sobre o histórico da institucionalização da Agenda 2030 no Poder Judiciário Brasileiro, que tem como marco inicial o mês de setembro de 2018, logo após a posse do Ministro Dias Toffoli como Presidente do STF e do CNJ e os principais fatos e movimentos que contribuíram para a sua consolidação.

Página oficial: https://www.cnj.jus.br/programas-e-acoes/agenda-2030/liods-cnj-laboratorio-de-inovacao-inteligenica-e-ods/

Painéis: https://www.cnj.jus.br/programas-e-acoes/agenda-2030/liods-cnj-laboratorio-de-inovacao-inteligenica-e-ods/paineis/

 

Ranking da Transparência CNJ: O Ranking, instituído pela Resolução CNJ n. 260/2018, é realizado anualmente e busca valorizar os tribunais e conselhos que mais se destacam no fornecimento de informação de forma clara e organizada.

Página oficial: https://www.cnj.jus.br/transparencia-cnj/ranking-da-transparencia-2020/

Painel com Resultados 2020: https://paineisanalytics.cnj.jus.br/single/?appid=93f46b73-2d26-4565-ac61-3abe4b3e1919&sheet=cf4ebee3-5678-46e2-8e20-cda91a069d40&lang=pt-BR&opt=ctxmenu,currsel

 

Auditoria Interna: Apresenta os resultados das Ações Coordenadas de Auditoria, promovidas pelo CNJ.

Painéis com resultados: https://www.cnj.jus.br/sobre-o-cnj/auditoria/paineis/

 

Relatório Anual TJRS: O Relatório Anual descreve as atividades desenvolvidas pelo Tribunal de Justiça durante o ano. Apresenta ao final relatório estatístico com os resultados alcançados.

Página oficial: https://www.tjrs.jus.br/novo/institucional/transparencia/relatorio-anual/

 

Transparência TJRS: Página que reúne dados de pessoal, financeiro, obras, prestação de contas e demais assuntos de interesse da sociedade, atendendo aos dispositivos legais. Nesta página são disponibilizadas estatísticas diversas em formato aberto.

Página oficial: https://transparencia.tjrs.jus.br/

 

Planejamento Estratégico TJRS: Página que divulga indicadores, relatórios e estatísticas sobre o Planejamento Estratégico do TJRS, incluindo a área de Tecnologia da Informação e Comunicação.

Página oficial: https://www.tjrs.jus.br/novo/institucional/o-tjrs/planejamento-estrategico/

 

Serviço de Informações ao Cidadão: O Serviço de Informações ao Cidadão, criado pela Lei nº 12.527/11 – a qual teve sua aplicação regulamentada nos órgãos do Poder Judiciário pela Resolução CNJ nº 215/2015 – foi instituído no âmbito do Poder Judiciário do Estado do Rio Grande do Sul para assegurar o direito fundamental de acesso à informação, e está vinculado à 1ª Vice-Presidência do TJRS.

Página oficial: https://www.tjrs.jus.br/novo/institucional/transparencia/lei-de-acesso-a-informacao/

Relatório estatístico: https://www.tjrs.jus.br/static/2020/09/ESTATISTICAS_SIC_AGOSTO_2020.pdf

 

Caso deseje alguma outra informação ou estatística, é possível contatar o Serviço de Informações ao Cidadão (SIC) do TJRS para realizar sua solicitação.  Para tanto, acesse a página do SIC e verifique as instruções.