Notícias Relacionadas


Maria da Penha será palestrante em live sobre violência doméstica nesta sexta-feira

30/11/2020 - 16:02

Símbolo do combate à violência de gênero contra a mulher, a ativista Maria da Penha será a palestrante da live “Desafios na identificação e quebra do ciclo da violência”, nesta sexta-feira (4/12), às 18h, promovida pelo Comitê Interinstitucional de Enfrentamento à Violência contra a Mulher. Ao lado dela, estarão a Juíza Márcia Kern, do 1º Juizado da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da Comarca de Porto Alegre, e a Delegada Jeiselaure de Souza, Diretora da Divisão de Proteção e Atendimento à Mulher do RS.

A mediação ficará a cargo da Advogada Paola Pinent, da Rede Maria Porto Alegre. Acompanhe a live na página do Facebook e no canal YouTube do Governo do Estado (/GOVERNODORS).

Da dor à luta

A farmacêutica cearense Maria da Penha Maia Fernandes foi baleada pelo então marido, em uma madrugada de maio de 1983. Atingida por um tiro nas costas, com três filhas pequenas, ela perdeu os movimentos das pernas e precisou lutar muito para ver seu agressor punido. Com a ajuda de movimentos feministas e de organismos internacionais de Direitos Humanos, 19 anos e seis meses depois da tragédia, Maria conseguiu com que o ex-marido fosse finalmente preso, ainda que tenha cumprido apenas uma parte da pena.

Sua história virou símbolo da luta contra a violência doméstica e familiar e a Lei n° 11.340/2006, que impõe maior rigidez na punição de crimes cometidos contra mulheres brasileiras, foi batizada com o seu nome.

 

Fonte: Imprensa / TJRS
imprensa@tjrs.jus.br

 

Voltar